Capacitamos pessoas e empresas para o sucesso em um mundo de desafios e mudanças...
image Siga-nos:

Jornada para o Sucesso – Começando Pequeno

Um dos grandes erros que muitas vezes cometemos é quando acreditamos na falsa verdade de que qualquer projeto pessoal ou profissional que idealizemos com objetivo de se tornar um sucesso, é necessário iniciar grande ou ter um grande suporte por trás, seja moral ou financeiro.

Há aqueles que quando lêem algumas histórias de sucesso dizem “ahhh, mas é óbvio, esta pessoa era filho de rico, nasceu em um berço de ouro. O pai deu a ele todo o suporte para que iniciasse seu negócio e pudesse crescer e ser um total sucesso… assim é fácil…” e ai falamos e falamos e por final dizemos “infelizmente não tive um pai rico para me apoiar e por isso não tenho a mínima chance de ser uma pessoa de sucesso…” Desculpas essas que damos a nós mesmos para tentarmos argumentar nossos próprios fracassos e nossa inércia diante de nossos projetos pessoais ou profissionais. Usamos essas desculpas para não sairmos da zona de conforto que nos paralisa e impede que avancemos.

Jornada de sucesso

A realidade inicial para muitas pessoas reconhecidas hoje como de sucesso não foi bem assim, como um conto de fadas. Não precisamos ir muito longe para acharmos exemplos reais. Quem nunca ouviu falar do bilionário Edson Bueno? Antes de se tornar um médico e empresário de sucesso, já viveu dias de bastante pobreza. Quando criança, trabalhava como engraxate na pequena cidade de Guarantã, no interior paulista, onde nasceu. Sua mãe era dona-de-casa e seu padrasto, caminhoneiro. Com dificuldades na escola, repetiu quatro vezes a quarta série. Sua vida mudou, quando conheceu um médico em sua cidade e se encantou pela profissão. Após isso, como resultado de superação de suas dificuldades de aprendizado graduou-se em Medicina na Federal do Rio de Janeiro. Daí para frente sua vida foi marcada por superações e consequentemente, após vários anos este empresário deu início ao grupo Amil de planos de saúde.

Outro exemplo conhecido mundialmente é o de Larry Ellison, de filho adotivo a dono da Oracle. Antes de contabilizar uma fortuna de 28 bilhões de dólares relatada na revista americana Forbes, Larry Ellison também teve dias de contar centavos. Nascido em Nova York, de uma mãe solteira que não quis criá-lo dando-o para um casal de tios que residiam na cidade de Chicago. Entre tantas dificuldades, conseguiu cursar dois anos da Universidade de Illinois e apenas um semestre da Universidade de Chicago. Após a morte de sua mãe adotiva, Ellison se mudou para a Califórnia, onde trabalhou em vários empregos simples durante quase dez anos. Em 1977, fundou uma empresa de desenvolvimento de softwares –  aí nascia a Oracle, reconhecida hoje como sendo uma das maiores empresas de tecnologia do mundo.

A grande pergunta que fazemos aqui seria qual suporte essas pessoas tiveram por trás no início de suas vidas? Percebemos sem muito esforço que não foram pessoas que nasceram em berço de ouro, não tiveram nenhum patrocinador  de seus sonhos, mas simplesmente acreditaram em si mesmo, venceram suas limitações e se tornaram pessoas de sucesso. Agora, qual a diferença desses dois homens e nós? Qual habilidade ou competência eles possuíam que os fez diferenciar de muitas outras pessoas? Se analisarmos um pouco, vemos, como dito antes, que ambos acreditaram em seu próprio potencial e principalmente, foram perseverantes.

Mas agora o principal, e que tem relação direta com o tema proposto neste artigo, iniciaram pequenos. Nenhum deles começou com grandes empreendimentos, ou com grandes estruturas ou talvez ficaram esperando alguém acreditar neles e em seus projetos. Mas iniciaram com atitudes simples que está ao alcance de todos nós. Ainda, em situação mais desfavorável que muitos de nós. Porém tinham uma grande diferença; tinham um sonho grande, viam lá na frente e não aceitavam que sua atual circunstância, aparentemente negativa, os impedisse de alcançar seus sonhos.

A maior razão de quebra de empresas no Brasil em todos os tempos, não está relacionado a situação econômica do país, a uma concorrência desleal ou ainda falta de conhecimento do mercado por parte do empreendedor, mas sim de empreendedores que querem iniciar seus negócios com grande porte. Para isso, pegam altos financiamentos bancário e investem grandes de somas de dinheiro, alugam imensas estrutruturas, promovem gigantescas festas de inauguração visando concorrer com outras empresas locais já existentes no mercado há anos. Após alguns meses, percebem que a realidade não é tão simples e começam a ter grandes somas de prejuízos, sua receita não consegue cobrir suas despesas e finalmente após alguns meses de insucesso, declaram a falência de seus negócios. E para finalizar, sempre culpam os outros, o país, mas jamais reconhecem que o erro tenha vindo de si mesmos.

Isso nos ensina  que, assim como os exemplos de sucesso que citei acima, podemos e devemos sim sonhar grande. Se por exemplo, você deseja  ser um empreendedor de sucesso, quero propor um exercício rápido. Pare um pouco onde você está, feche seus olhos e inicialmente pense em algum sonho seu pessoal ou profissional que o tornaria uma pessoa de sucesso, mesmo que seja algo exagerado. Agora, comece a visualizar você daqui uns quinze anos, porém como se você já tivesse realizado este sonho tão almejado. Se é um empreendimento, enxergue você como este empresário bem sucedido, dono de uma mega empresa, com um faturamento milionário e com várias franquias espalhadas por várias cidades do país ou até mesmo em outros países. Por outro lado, se o que você almeja é um cargo melhor em sua empresa atual, idealize você já nesta posição após uns cinco anos, feliz e realizado.

Após pensar nisso por alguns minutos e os benefícios trazidos para sua vida principalmente pessoal, com certeza você deve ter sentido uma sensação de profunda alegria e realização, uma satisfação plena. Agora precisamos voltar à realidade, porém de uma forma diferente, fazendo a seguinte pergunta para você mesmo: para alcançar tudo que sonhei agora, quais habilidade e competências preciso desenvolver para isso? Tendo em vista minha realidade hoje e o que possuo hoje das habilidades e competências necessárias, como posso dar o primeiro passo rumo a este objetivo? E se não as possuo, o que posso fazer para começar a desenvolvê-las?

sucesso2

Essas perguntas são simples, porém possuem um grande efeito para quem deseja dar o start-up em sua vida pessoal ou profissional. Aqui exemplifiquei com empreendimento ou plano de carreira, mas você pode aplicá-lo à sua vida pessoal, seja no relacionamento pessoal, familiar, sentimental, passar em um vestibular ou concurso, perder peso, entre tantas outras possibilidades.

E finalmente, é importante ressaltar, que as vezes iniciar pequeno pode atrair alguns sabotadores que vêm com o objetivos de impedir que conquistemos o sucesso. Sabotadores esses que podem vir de críticas de pessoas mais próximas de nosso relacionamento demonstrando o descrédito aos nossos projetos ou até mesmo revelando o próprio pessimismo delas. O próprio desânimo diante das dificuldades durante este processo ou até mesmo o medo de arriscar novas etapas pode se tornar um sabotador do sucesso. Para conseguir vencer esses gigantes que podem aparecer diante de você durante o processo de realização de seus sonhos, muitas vezes é necessário o auxílio de um profissional que possa ajudá-lo a organizar suas metas e otimizar seu potencial para que você possa dar o seu máximo para alcançar seus objetivos. Este profissional é o Coach que irá juntamente contigo em uma parceira de Coach e Coachee buscar definir metas em comum acordo contigo, traçando ações comprovadas cientificamente para quer você possa obter as habilidades e competências necessárias para alcanças as metas que o levarão rumo ao sucesso. Ele não lhe entregará pronto o que fazer, mas você será capaz de construir sua própria estrada rumo ao sucesso com o apoio dele.

Concluindo, Henri Ford, fundador da Ford Motors, certa vez disse “Os dias prósperos não vêm por acaso; nascem de muita fadiga e persistência.”O sucesso é algo real e totalmente possível, mas jamais será alcançado se não desafiarmos a nós mesmos vencendo nossas limitações e medos e persistirmos em perseguir o sucesso até alcançá-lo.

Autor: Pedro RêgoPersonal, Professional e Executive Coaching